Shout, shout… Let it all out!


Ontem me aconteceu algo que me deixou muito triste mesmo. Uma das minhas maiores e mais queridas amigas me responde à uma simples mensagem minha do tipo “oi, querida, quanto tempo! Que saudades! Como andam: vida, amor, saúde, trabalho?? Beijos!” com um texto que explicita que há um bom tempo ela tá muito triste com a nossa amizade e comigo (claro) e que até ia ignorar a minha mensagem, mas que não o fez por “não ser o feitio” dela. Ainda adicionou: “comigo é tudo preto no branco, vc sabe que sou muito direta”.

No meu ponto de vista (e gostaria de deixar claro isso: no MEU ponto de vista) ela foi contraditória duas vezes na mesma frase. Posso estar enganada e até peço pros que queiram servir de conselheiros depois de ler isso, please sejam! Vou agradecer mto. Ouvir outros pontos de vista é essencial para um equilíbrio. Então… a meu ver ela se contradisse no seguinte: “ia ignorar, mas não é meu feitio”. Como não é feitio se ela SIM me ignorou por tanto tempo e por NUNCA ter me dito que estava chateada comigo? Ela não me procurou, não se expressou, não me xingou, não fez NADA, nem UMA ação que demonstrasse “porra, tô chateada com vc, caceta!”. Sabe o famoso: “ame-me ou odeie-me, mas não ignore-me”? Então. Ela ignorou. Ela não me amou ao me procurar e dizer o que sentia e nem me odiou ao me xingar, jogar copos em mim, me bater… qquer coisa! Qquer reação “negativa” que fosse, mas que demonstraria ALGO. Demonstraria “aqui tem alguma coisa!”. Não… ela optou pelo NADA. Isso é, pra mim, ignorar.

O outro lado contraditório foi “sou muito direta e pra mim é tudo black and white”. Wrong again. Se fosse tão direta, teria tido qquer reação acima já descrita. O lado direto de um ser é inversamente proporcional ao grau de melindre que ele carrega. Um é oposto ao outro. Como ser direta e defender a postura B/W se vc não fala o que sente, supress your thoughts and holds it all down to the point that it boils and you just spit it out all together?? Guardar mágoa, pra mim, não é ser direta. Quem é direto não morre de câncer. Resolve tudo ali na hora. Quem tem melindre morre até sufocado sozinho em pleno open air.

Me machucou, above all, saber que machuquei alguém sem saber e nem ter tido o direito da réplica, da defesa, da explicação. Me doeu interpretar isso como um “it is not even worth telling her about it”. Não houve esforço pra ver “pq será que ela agiu assim? Vou perguntar because I care so much about her that I don’t want this pin hurting me every time I think about her” (aí até penso: se é que ela pensava at all, né?). Isto foi o que mais me doeu: ver que, de repente, o que pra mim era tão importante e valioso, pra ela não era a ponto de nem care enough to care.

Please, at least amongst friends: ABAIXO O MELINDRE! (F)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s