Pegando emprestado…

… porque tem vezes que a gente não consegue. A mente cansa. O corpo não obedece. A fala não sai. Nem fingir dá, pois está tudo muito claro de que não está certo. Por estas e outras que criou-se o hábito de emprestar. Usar as palavras de alguém que falou exatamente o que você quer dizer, mas não consegue juntar. Quando percebe que a inspiração e a vontade foram dar uma volta, de mãos bem dadas, e não avisaram quando retornariam. Se é que sequer retornam… É aí que se pega emprestado. Mesmo sem ter pedido ou sequer ter recebido autorização. E sem estabelecer o prazo de devolução.

“Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para…

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara…

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência…

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência…

Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não…

Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida é tão rara
A vida é tão rara…

A vida é tão rara…”

Obrigada, Lenine, por ter me emprestado. Mesmo sem saber. Mas… quem quer saber?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s