(in)conformada

Houve muito café, bolachas, chás, vodkas e simples desculpas de pedidos de açúcar para tornar-me a melhor amiga de minha vizinha recém chegada ao prédio onde escolhi morar há tanto tempo. Sou estrangeira erradicada em seu país, de forma que unimos nossos momentos sós através das mais variadas conversas de nossas vidas. Já a escutei…

Corrida contra um tempo

Acordou de sopetão após a longa noite de sono entorpecedor. Seus olhos abriram como se alguém tivesse a espetado e a mente já estava clara e alerta no ato. Esta sensação viva e desperta, apesar de ainda confusa pelo sono intenso, nada tinha a ver com a noite que acabara de acabar. Coçou-se um pouco,…

Ardido

Saiu do carro sem a menor ideia do demônio enfurecido que encontraria poucos segundos a frente. Sentava no banco de trás, atrás do motorista e vinha observando a paisagem de forma silenciosa, olhando pro seu lado esquerdo. Cantarolava uma música em sua cabeça e os dedos da mão indicavam que sabia tocar piano, pois se…

A velhinha das 4 tatuagens

Aos seus 82 anos, os desenhos pelo corpo permanecem lindos e, como alguns já devem ter pensado, sim, permanecem também legíveis e não estragados pelas rugas causadas por excesso de felicidade, sol, álcool, muitos sorrisos e coisas que não vou descrever aqui. Ah! E, por favor, nada de a chamarem de “senhora”: ela se considera…

Breathing waves

I can almost say for sure that the sun had not yet risen, but I admit there was a cloud over vaporizing in my head making my sight quite blurry. I do however precisely remember that my eyes captured a great 2-second-long picture: how indistinguishable the sea was from the sky. I could not tell…

Auto(tudo)

Espiritualizada que sou, tendo a ver aspectos, situações e experiências da vida como chances de aprendizado, testes para evolução e crescimento. Por um lado, tudo fica mais romantizado quando visto sob esta ótica, por outro, muito mais pesado. Eu mesma coloco sob mim um dedo gigante que me aponta o tempo todo. Ele pode aprovar…

When Angels Awake

Segue mais um escrito em dupla: Ronnie Biermann et moi. The entire nothing I was given is now everything I have. Conclusion of such is reached when all the worldly senses – those that I’ve instinctively learned to instruct the mind to react upon proper external stimuli – no longer act individually and accordingly. If…

Frescura de uma noite de verão

Ela saiu naquela noite quente com os costumeiros amigos para uma costumeira balada. Lá chegando, sorriu por dentro ao rever uma turma de Aracaju que ela e os amigos haviam conhecido há quase 5 meses. Na verdade, não sorriu por isso, mas sim por conta de um alto, moreno e super charmoso por quem já…

34/35

This is not my shoe size, you case you are wondering. This is a time of simple aging. Turning 34 to 35 was a big mark for me. A milestone, if I may dare. But please do get me right: I have no intentions whatsoever to sound melodramatic or theatrical. It is a simple, straight…

To Flirt – Chapter 1

Flirting is an art. Many are born with this gift. Too many try to have it. Few strive as also many get left behind by society imposed standards or even quit it due to pure lazyness. Why being lazy on something many seek for? Because it takes courage to flirt. It takes guts to keep…

A vida como ela é (para ela)

Eu os conheci em situação nada convencional: estava voltando de uma viagem internacional de negócios, daquelas que mal paramos para fazer um intervalo biológico, com um recém paquera me mandando vários emails de que queria que fosse com ele numa festa toda especial. Teria que comprar o ingresso e, no meio de tanta apresentação e…

Pintura íntima

Preso às idiotices de minha época, fui submetido ao hábito da tentativa de imortalizarem minha alma dentro de uma moldura tosca e torta. Confesso até ter ficado surpreso com o resultado, pois a pintura fez jus à minha realidade física. Sou quase exatamente assim como vocês me veem nos dias de hoje. Porém, a expressão…